top of page

Tannat uruguaio retarda o envelhecimento e faz bem pra saúde

Atualizado: 28 de jun. de 2021

Estudos comprovaram que os vinhos da uva Tannat são ricos em antioxidantes naturais que combatem o envelhecimento precoce e ajudam a prevenir doenças.


A ciência já comprovou que o vinho contém substâncias que fazem bem a nossa saúde. Além de prevenir doenças, especialmente as do coração, as últimas descobertas demonstram que o vinho auxilia no rejuvenescimento. Mas alguns vinhos são mais potentes quando o assunto é benefícios para a saúde.


Os vinhos com coloração vermelha intensa são chamados de Tannat justamente porque têm forte presença de taninos, antioxidantes naturais que combatem o envelhecimento precoce e ajudam a prevenir doenças, entre elas, alguns tipos de câncer. Com origem na França, a Tannat é a uva mais cultivada no Uruguai, de onde saem os vinhos de maior qualidade desta uva. Uma pesquisa do Instituto Clemente Estábile, em Montevidéu, comparou três variedades de vinhos produzidos no Uruguai: Tannat; Merlot e Cabernet Sauvignon. A pergunta era: qual dos três tipos de vinho seria capaz de retardar por mais tempo a decomposição em cérebros de ratos? O vinho Tannat obteve, de longe, o melhor resultado. Pela grande quantidade de resveratrol, muito maior do que o encontrado em outras uvas, o Tannat é antioxidadente potente batizado de “elixir da juventude”. "O resveratrol é um antioxidante diferente porque atua em uma proteína chamada cirtuina, que está ligada ao envelhecimento. Essa proteína evita doenças do envelhecimento, como Mal de Parkinson, Mal de Alzheimer e doenças cardiovasculares", diz o químico André Arigony. Pesquisas do Instituto do Coração confirmam que o vinho reduz o colesterol, os triglicerídeos, equilibra a pressão arterial – e é um santo remédio para o coração.

Quem nunca tomou vinho tem mais chances de desenvolver doenças cardíacas do que quem bebe moderadamente. Os exercícios físicos potencializam os benefícios da bebida.

O cardiologista e professor da Universidade Católica de Montevidéu, Ricardo Benedetti, indica o Tannat para seus pacientes, mas alerta que o consumo deve ser moderado – uma taça de 180 ml para mulheres e duas taças para os homens ao dia.


Confira alguns de nossos Tannat Uruguaios disponíveis em nossa loja virtual:


Um vinho com aroma de frutas vermelhas como ameixas e marmelos, e também de especiarias. No paladar apresenta-se complexo com notas de tabaco e chocolate provenientes da madeira onde transcorreu seu envelhecimento.


No olfato frutas vermelhas com delicado toque amadeirado, nuances de tostado e chocolate. Em boca é concentrado, exuberante, taninos macios e aveludados. Final longo e persistente.


Apresenta aroma de frutas vermelhas e especiarias, em especial pimenta verde. Em boca é redondo, robusto, com taninos maduros e doces, com final persistente.


Aromas se evidenciam os frutos vermelhos como cerejas e framboesas. Em boca é seco e persistente, enchendo a boca com taninos aveludados.


Este vinho é fruto dos 24 anos de experiência de Carrau como pioneiros na região de Cerro Chapeu, Rivera. Aromas de frutos vermelhos maduros, passas de ameixa e compota de marmelo, com notas de baunilha, tabaco e pimenta negra provenientes do envelhecimento em carvalho. Redondo e estruturado com taninos maduros e final de boca muito persistente.

Orestes de Andrade Jr. | Jornalista e Sommelier



Comments


bottom of page