logo-mathilde-lafleur.jpg

O conto épico dos vinhos da Borgonha começou em 1114 com a fundação da "segunda filha cisterciense", a famosa Abadia de Pontigny, a poucos quilômetros de Chablis. 
Para atender às suas necessidades, os monges cistercienses desenvolveram muito rapidamente as vinhas de Chablis. Sob sua influência e ao longo dos séculos, o cultivo do vinho se espalhou por toda a Borgonha. Seguidos pelos viticultores, elaboraram uma cartografia precisa dos solos. Eles também desenvolveram conhecimentos específicos sobre viticultura e vinificação, tornando os vinhos da Borgonha inigualáveis.